color_logo_300x.jpg

Como Biólogo e criador de aves há quase 30 anos, nesta página publicarei textos sobre Psitacídeos Exóticos e Bicudos.

Veja abaixo os textos já publicados.

Banner-v1-mexido.jpg

Aves mansas: quais as melhores espécies para pet/animal de estimação?

 

Para uma ave ficar mansa, o filhote deve ser retirado do ninho ainda bem novinho (com 2 a 3 semanas de vida aproximadamente), ser alimentado manualmente e ter o máximo de interação possível com pessoas, até ficar independente. Mesmo quando já estiver se alimentando sozinho, o filhote deve continuar a ser manuseado frequentemente para que permaneça manso. Para várias espécies isso deve ser seguido à risca para que realmente a ave se torne e permaneça mansa, sociável e interativa. Logo, é importante que ao adquirir uma ave com o intuito de ser “pet”/animal de estimação e ficar bem mansinho e sociável, o filhote vá para sua nova casa após o desmame para que você, como novo responsável e proprietário do animal, dê continuidade no processo de manuseio, interação, atenção e socialização. 

 

Além disso é importante saber que cada espécie tem características e hábitos próprios. Algumas se tornam melhores "pets", pois se acostumam a viver bem e mais facilmente à proximidade do ser humano. Outras espécies por natureza já são mais ariscas e não se adaptam tão bem ao contato humano. Existe também o fator individual da personalidade de cada animal. Na mesma espécie de ave existem indivíduos mais calmos e sociáveis e outros que são mais arredios. Tudo isso deve ser considerado e também compreendido, obviamente, que existem exceções em todos os casos, já que estamos tratando de seres vivo e cada um tem seus traços individuais.
 

Ao longo de muitos anos dedicados à criação de psitacídeos exóticos, já tive a experiência de tratar manualmente e acompanhar o desenvolvimento de vários indivíduos de diferentes espécies, desde filhotinhos até a idade adulta. Atualmente no Criatório Silkrock tratamos manualmente com o intuito de serem pets/aves de estimação, somente filhotes das espécies que de acordo com minha avaliação e constatação são as que os indivíduos tem a maior chance possível de se tornarem e permanecem mansos, sociáveis, interativos e até brincalhões, não somente enquanto filhotes mas também e principalmente como jovens e adultos.

 

Entre as várias espécies de psitacídeos que criamos no Silkrock, as mais indicadas como animal de estimação e com o maior potencial para ficarem mansas, super interativas e serem um ótimo "pet", estão em primeiro lugar as várias espécies de Lóris. É difícil encontrar outra ave tão ativa, brincalhona, divertida, participativa e sociável com todas as pessoas! Com a grande variedade de exuberantes cores e marcações, tamanhos e excentricidade nas características, quem deseja uma ave de companhia sensacional, absolutamente top, certamente a encontrará em uma das espécies de Lóris!

Espécies de Lóris que mais criamos e indicamos como aves pet/mansas:

- Lóris Arco Íris

- Lóris Molucanus

- Lóris Ornatus

- Lóris Euteles

- Lóris Bailarino

- Lóris Amor-Amor

- Lóris Borneo

- Lóris Colar Amarelo

- Lóris Dusky

- Lóris Castanho

- ​Lóris Sintillata

Além dos Lóris, também tratamos manualmente filhotes dessas outras espécies, que normalmente ficam ótimas aves de estimação, mansas e sociáveis:

- Grande Alexandre
- Derbiana

- Mustache

- Cabeça de Ameixa

- Cacatua Galah

- Papagaio do Senegal

 

​É importante lembrar que no criatório temos e reproduzimos várias outras lindas e exuberantes espécies de psitacídeos exóticos como Ringneck, Rosela, King Parrot, Port Lincoln, Regente, Príncipe de Gales, Barraband, etc. No entanto, por acreditarmos firmemente que estas espécies não são apropriadas para serem pets e geralmente não se tornam bons animais de estimação, não trabalhamos com elas para este propósito. 

Ringnecks como pets

Como muitas pessoas me procuram em busca de filhotes de Ringneck mansos para pet, esclareço alguns pontos sobre essa espécie. Ringnecks normalmente não ficam mansos com facilidade e o mais relevante, quando se tornam jovens e adultos, dificilmente permanecem mansos e muito menos sociáveis. Mesmo sendo alimentados no bico e manuseados desde filhotinhos, muitas vezes quando desmamam e ficam mais maduros, a tendência é não aceitarem muito contato e interação. É uma ave que exige sempre um manejo muito próximo e intenso do proprietário para que seja possível manter a docilidade. Mesmo assim, quando isso é atingido é comum só aceitarem bem uma única pessoa.

 

Tenho muita tranquilidade e segurança em afirmar isso porque Ringneck é a espécie mais numerosa no criatório e sempre nascem muitos filhotes. Já fizemos várias experiências com filhotes tratados no bico, porém com um resultado muito pequeno em termos de docilidade. Costumo brincar dizendo que de 10 filhotes de Ringneck tratados manualmente desde novinhos, com todo o carinho e interação, somente "meio" fica manso e sociável...

Muitas vezes o filhote quando desmama está manso, mas é comum após algumas semanas de independência se alimentando sozinho, já ficar arisco, fugir ao tentar ser pego e até bicar forte quem quiser pegar. Obviamente existem exceções, já que alguns se tornam dóceis, porém são minoria na minha opinião. Logo, como realmente acredito que a grande maioria deles não ficam bons e aceitáveis como pets, todos os filhotes que nascem no Silkrock são tratados pelos pais nos ninhos até a independência. Diante disso, optei por não trabalhar com Ringneck para o propósito de atender quem deseja uma ave mansa.

Como atualmente a procura por filhotes mansos de Ringneck para pet está em alta, espero que este texto sirva como alerta para quem deseja seguir em frente, pois é preciso atenção e muito cuidado nessa aventura.

Alimentação de Lóris: saiba a forma correta de se alimentar as espécies de Lóris.

Sugestão Alimentar para Loris 2020.jpg

Em breve:
 

Aguarde...